terça-feira, 30 de novembro de 2010

A Azinhaga de José Saramago





Estava uma tarde clara e fria como o são muitas tardes de Outono quando o meu carro contornou a rotunda que dá início à Azinhaga para quem vem do lado de Lisboa. Noto que dois rapazes guiam três ou quatro cabeças de gado pisando a erva e torneando arbustos até ladearem as estacas de uma vedação para animais. Sou natural do Ribatejo, mas, curiosamente, não me recordava de alguma vez ter estado na terra onde nasceu José Saramago. Deixo o carro seguir o percurso de alcatrão até ao que julgo ser o largo principal da povoação.
Sentado num banco de jardim, qual Pessoa no Largo do Chiado, vislumbro uma estátua de Saramago em plena leitura. Algumas pessoas ladeiam o monumento e pergunto onde é a Rua José Saramago. Silêncio total, trocam-se olhos inquisidores, ninguém me sabe responder. Agradeço e sigo o meu caminho, hesitante. Um jovem de pouco mais de vinte anos, livros debaixo de um dos braços, atravessa a rua um pouco mais à frente. Repito-lhe a pergunta anterior. Olha o vazio, parece puxar pela cabeça, pede-me desculpa, também não sabe. E a de Pilar del Rio, insisto. Pilar del Rio?, devolve-me a pergunta. Sim, confirmo eu, Pilar del Rio. Não, não sei. Ao fundo, uma mulher de meia idade fita-me tranquilamente com um sorriso a baloiçar-lhe nos lábios. Tente a zona nova, trezentos metros à esquerda, quase me gritou. Foi o que fiz.
E lá estavam.
Lá estavam a pequena biblioteca com o nome de José Saramago, a Rua Pilar del Rio de esquina com a Rua José Saramago. Tiro algumas fotos, entro um pouco no interior do edifício da biblioteca e, alguns minutos depois, percebo o alcance das palavras de José Saramago ao referir-se à passagem dos homens e mulheres por esta vida: num momento «está-se ali» e no outro «já não se está». E na Azinhaga, terra natal do único Nobel português da literatura, José Saramago já não está sem que provavelmente alguma vez tivesse estado. Isto, ainda que por lá se perpetue o seu nome em duas ou três homenagens simbólicas.
Já é quase noite quando regresso à estrada consciente da insignificância que o homem se atribui a si mesmo. Acabou-se para José Saramago, subiu à montanha mágica mas já não faz mais livros. Já não está ali. Mas tenho pena, eu que nunca fui seu fiel devoto.



6 comentários:

Rubi disse...

Quanto tempo se leva de Lisboa? Gostava muito de fazer essa incursao um dia... Beijo

l00ker disse...

Caro Joaquim, imperdoável!! A 5m de minha casa e nem uma palavrinha? Eu moro na Golegã. Para a próxima não perdoo ;) Abraço

JL disse...

Vou ter em conta a tua reprimenda, Nuno. Para a próxima está combinado! :)

Abraço.

JL disse...

Rubi, a Azinhaga fica muito perto da Golegã a alguns quilómetros de Santarém e a pouco mais de uma hora de Lisboa. Se necessitares de qualquer esclarecimento adicional, não hesites.

pikamiolos disse...

é natural que quase ninguem na azinhaga saiba onde fica a rua jose saramago ou pilar del rio.
a poulaçao azinhaguense divide-se em tres geraçoes:
a mais velha que explussou saramago da azinhaga por ser comunista.
os de meia idade que nao lhe liga nenhuma.
os mais novos nem sabiam quem era saramago ate que ganhou o nobel da literatura.
nessa altura aparecem os hipocritas que que o convidaram a inaugurar a biblioteca a casa museu e ruas.
se fosse comigo fazia igualzinho a ele, nunca voltava aquela terra, so pagando.

azinhaga fica a 1h30m de lisboa.
para quem nao conhece bem a zona o melhor é ir por auto-estrada ate torres novas e seguir as placas ate a golegã e lá perguntar qual é a estrada para azinhaga.
quem vem de santarem é mais complicado, tem que virar em varios entroncamentos e em poucos tem a identicaçao de azinhaga ou golegã.

pikamiolos disse...

é natural que quase ninguem na azinhaga saiba onde fica a rua jose saramago ou pilar del rio.
a poulaçao azinhaguense divide-se em tres geraçoes:
a mais velha que explussou saramago da azinhaga por ser comunista.
os de meia idade que nao lhe liga nenhuma.
os mais novos nem sabiam quem era saramago ate que ganhou o nobel da literatura.
nessa altura aparecem os hipocritas que que o convidaram a inaugurar a biblioteca a casa museu e ruas.
se fosse comigo fazia igualzinho a ele, nunca voltava aquela terra, so pagando.

azinhaga fica a 1h30m de lisboa.
para quem nao conhece bem a zona o melhor é ir por auto-estrada ate torres novas e seguir as placas ate a golegã e lá perguntar qual é a estrada para azinhaga.
quem vem de santarem é mais complicado, tem que virar em varios entroncamentos e em poucos tem a identicaçao de azinhaga ou golegã.